Skip to content

saúde

Riscos da Má Alimentação e Obesidade

Alimentação e obesidade aumentam os riscos de câncer?

Manter o corpo em forma com exercícios físicos (Q48) e adotar hábitos alimentares saudáveis não é somente uma questão de estética, mas sim de saúde.

O sobrepeso e a obesidade podem trazer algumas dificuldades e problemas para a saúde, estando associados a um maior risco de desenvolvimento de várias doenças. Estudos recentes demonstram inclusive uma correlação entre a obesidade e a incidência de alguns tipos de câncer.

Além disso, alguns alimentos que consumimos mesmo sabendo que não são saudáveis possuem substâncias consideradas cancerígenas, que podem aumentar o risco de desenvolvimento da doença.

Para que possamos evitar os efeitos prejudiciais que estes alimentos e a obesidade podem trazer, é importante conhecê-los e entender o que eles podem causar no nosso corpo.

Alimentos que podem aumentar o risco de câncer

Carnes processadas como salsicha, linguiça e bacon contêm inúmeras substâncias químicas que as fazem parecer frescas e apetitosas, como o nitrito e o nitrato de sódio. Estas substâncias podem aumentar o risco de câncer, e diversos estudos encontraram evidências de que o alto consumo de carnes processadas aumenta consideravelmente as chances de desenvolver câncer no estômago e no pâncreas.

A pipoca de microondas pode ser prática e gostosa, mas é um dos piores alimentos para o nosso corpo. As embalagens convencionais de pipoca possuem uma substância química que está relacionada a infertilidade e ao câncer no rim, fígado, pâncreas e testículos. Além disso, o diacetil presente na pipoca em si é reconhecido como substância cancerígena e também pode causar doenças no pulmão.

Refrigerantes possuem açúcar, corantes e componentes químicos que literalmente alimentam as células cancerígenas. Neste caso, não adianta apelar para os refrigerantes diet, pois eles podem ser ainda piores. O aspartame presente neles foi ligado a incidência de câncer em inúmeros estudos.

Estudos identificaram que um consumo exagerado de carboidratos e açúcares refinados aumenta consideravelmente o risco de câncer de mama. Alimentos com alto índice glicêmico causam um pico de insulina no sangue, que pode alimentar as células cancerígenas fazendo com que elas cresçam e se espalhem pelo corpo.

Além disso devemos tomar cuidado com o consumo de frutas e vegetais que são produzidos com o uso de pesticidas que podem causar câncer. Para evitar, opte por alimentos orgânicos e integrais.

O sobrepeso e a obesidade

O consumo destes e de outros alimentos considerados não saudáveis, aliado ao sedentarismo, pode levar ao sobrepeso e, posteriormente a obesidade.

A obesidade pode causar diabetes, pressão alta, doenças cardíacas e respiratórias e, além disso, aumentar o risco de câncer. Diversos estudos identificaram uma relação clara entre a obesidade a incidência de alguns tipos desta tão temida doença:

  • Câncer de mama
  • Câncer de útero
  • Câncer de cólon
  • Câncer no estômago
  • Câncer no pâncreas
  • Câncer de esôfago
  • Câncer na vesícula
  • Câncer nos rins

A lista inclui, portanto, alguns dos cânceres mais comuns, como o câncer de mama, e três dos mais difíceis de serem tratados, no pâncreas, esôfago e vesícula.

Como a obesidade aumenta o risco de câncer?

O tecido adiposo produz estrogênio em excesso. Níveis altos deste hormônio foram associados ao risco de câncer de mama e de útero.

Pessoas obesas costumam ter níveis mais altos de insulina no sangue, que podem favorecer o desenvolvimento de alguns tumores.

Células de gordura produzem hormônios que promovem a proliferação celular, podendo contribuir para a incidência de câncer.

A obesidade também causa algumas inflamações crônicas, que aumentam o risco de câncer.

A gordura corporal em excesso pode comprometer o funcionamento do sistema imunológico e tornar o corpo mais suscetível a inflamações.

obesidade e má alimentação

Hábitos alimentares saudáveis e atividade física

Para reduzir o risco de câncer é essencial manter uma alimentação saudável e balanceada, evitando componentes químicos que podem ser prejudiciais a saúde. Além disso, devemos apostar na prática regular de atividade física, que além de manter a forma traz inúmeros benefícios.

Com estas medidas podemos evitar o sobrepeso e a obesidade, contribuindo para a redução do risco de diversas doenças, entre elas o câncer.

Alimentos Integrais

Os alimentos integrais são os mais recomendados pelos nutricionistas para manter a saúde de nosso organismo. Quando comemos os alimentos integrais, estamos absorvendo os nutrientes completos de qualquer um deles, completando assim a necessidade de nutrientes que devemos ingerir para o funcionamento pleno de nosso corpo.

No entanto, quando compramos alimentos integrais industrializados, corremos o risco de sermos enganados pelos fabricantes. Muitas vezes os ingredientes utilizados para fabricar os alimentos não são totalmente integrais, ou são utilizados produtos químicos para manter a aparência do alimento e considerá-lo integral.

alimentos integrais

Entenda o que são alimentos integrais

Os alimentos integrais, como a própria palavra já diz, são aqueles completos, sem qualquer tipo de beneficiamento. Para muitos, quando compramos vegetais, frutas e leguminosas, já estamos nos beneficiando de uma alimentação integral, uma vez que esse tipo de alimento não passa por qualquer processo de refino.

No caso de farinhas e arroz, por exemplo, já não podemos dizer que sejam integrais. Os grãos de farinha e arroz passam por um processo de beneficiamento que retira a casca e também os nutrientes externos do grão, as fibras, que são essenciais para o bom funcionamento do trato digestivo.

E quando tratamos de legumes, podemos lembrar que compramos cenouras e beterrabas sem o caule e as folhas que, além de serem saborosos, possuem nutrientes que são descartados, servindo para alimentação animal ou mesmo jogados ao lixo.

Produtos industrializados podem não ser integrais

Mesmo com a classificação de “integrais” na embalagem, muitos produtos industrializados, como bolos, pães, podem não ser totalmente integrais. A mistura de farinhas para dar a consistência apreciada pelos consumidores pode transformar um alimento integral em um outro comum, apenas com acréscimo de algum tipo de integral em sua composição.

Para manter a validade, muitas empresas adicionam produtos químicos, conservantes e corantes, que mantém a beleza do produto, mas escondem agentes que podem causar câncer, quando consumidos por muito tempo.

Assim, na hora de escolher um “alimento integral” num supermercado, observe bem o rótulo e a composição do produto. Verifique quais são os ingredientes utilizados, os produtos químicos acrescentados: se não confiar, não compre.

Como ter certeza dos alimentos integrais

Se você quer e pretende comer alimentos integrais, a única maneira de ter certeza de que sejam integrais é fazê-los em sua própria cozinha, é preparar a sua alimentação com ingredientes que sejam integrais. Veja como aproveitar bem a compra de alimentos e utilizar ao máximo o que oferecem de nutrientes:

Carnes e peixes: os ossos de boi, frango e peixe, e cascas de crustáceos são excelentes para fazer caldos, que retiram os minerais e possibilitam sua absorção em nosso organismo; vísceras podem ser utilizadas em cozidos ou farofas e patês; e até mesmo as gorduras podem ser aproveitadas, uma vez que nosso organismo precisa de uma quantidade desse tipo de gordura para o bom funcionamento do cérebro.

Frutas, verduras e legumes não precisam ter descartadas as cascas e folhas. Nas cascas de frutas estão as maiores quantidades de nutrientes e, caso não possam ser consumidas in natura, aproveite para doces e cremes, depois de cozidas. As folhas podem render excelentes caldos ou utilizadas em refogados e farofas.

Farinhas e arroz integrais devem ser utilizadas em sua própria cozinha, sem que passem pela industrialização. Se quiser comer um pão integral, compre farinha integral e faça o seu pão. O arroz integral você pode utilizar normalmente, ou em risotos e outros pratos.

Para que você tenha certeza de que está consumindo realmente produtos integrais, o melhor que você faz é prepará-los em sua própria casa. Assim vai ter certeza de que está se alimentando bem e que sua saúde está em dia.

 

Chá para Emagrecer – Emagreça Rápido com 3 Dicas Simples

Para que utilizar produtos caros se pode obter-se o mesmo resultado de forma mais barata e saudável? Sim, é verdade, não é necessário comprar produtos caros para a ajudar a emagrecer, porque existe uma grande variedade de chás para esse efeito, se acha que necessita dos produtos, então é porque não tem muita força de vontade nem uma alimentação muito saudável.

chá para emagrecer rápido
chá para emagrecer

3 Dicas de Chá para Emagrecer

Chá de Hibisco

O primeiro exemplo seleccionado foi o chá de hibisco e com a dieta do chá de hibisco você pode emagrecer de 4 a 5 kg a cada duas semanas, O chá de hibisco é feito das flores e botões do Hibiscus sabdariffa, uma espécie diferente da ornamental, ela é comum em jardins, no momento em que for comprar, confira o nome científico da planta no rótulo.

Como o chá de hibisco atua no organismo? Essa é uma pergunta frequente, o hibisco estimula a queima de gordura, fazendo com que facilite a digestão, regulando o intestino combatendo a retenção de líquido. Para o preparar basta 1 litro de água, leve ao fogo, quando começar a ferver, acrescente 2 colheres de sopa de hibisco seco, desligue o fogo e deixe descansar por 5 minutos, em seguida coe.

Chá Branco

Com este chá podem perder-se 6kg em duas semanas, mas não pode tomar o chá e depois comer como uma louca, estamos a falar do chá branco, que tem o mesmo preparo que os outros chás, deve evitar adicionar açúcares para ele não perder os benefícios tal como com o chá verde, pode ser bebido quente ou frio até 24 horas depois de preparado Depois disso, os princípios ativos do chá perdem a eficácia.

Você também pode preparar a quantidade necessária para o seu dia. Nesse caso, coloque o chá numa garrafa térmica ou numa jarra de vidro e leve à geladeira.

Chá Vermelho

Outro chá que faz milagres junto com a força de vontade é o chá vermelho, a dieta do chá vermelho é uma dieta de baixa caloria que pode ajudá-la a perder muito peso, esta dieta requer que você beber quatro chávenas de chá vermelho diariamente, ao pequeno-almoço, almoço, lanche e jantar e comer apenas certos alimentos ricos em hidratos de carbono e produtos hortícolas.

Os alimentos necessários para esta dieta incluem frutas, legumes, peixes, ovos, massas, grãos integrais e arroz. Os alimentos proibidos incluem açúcar, gorduras, alimentos de diário, bananas, uvas e carne.

Evite sempre aquecer novamente para não perder os efeitos da planta.

Esses três tipos de chás, podem ajudar a emagrecer rápido, porém tenha sempre em mente que, viver à base de dietas restritivas, podem provocar efeitos indesejados, como o efeito sanfona, onde você emagrece e, logo depois de parar a dieta, volta a ganhar o peso anterior ou mais.

Portanto, proponha-se a fazer uma reeducação alimentar e praticar exercícios físicos regularmente. Assim você consegue manter seu peso ideal e, principalmente, a saúde.

Conheça o super treinamento emagrecedor, com exercícios de curta duração: o Q48.

Novo Suplemento Emagrecedor natural Turbo Slim.

Tratamento Caseiro para Emagrecer

Não existem milagres para perder peso. Não há volta a dar. Se quer emagrecer com saúde, tem de seguir uma dieta equilibrada e fazer exercício físico (Q48) de uma forma regular.

Contudo, há um conjunto de tratamentos caseiros que pode fazer, que o irão ajudar neste processo.

Conheça aqui alguns tratamentos caseiros para emagrecer, que juntamente com uma alimentação saudável e atividade física, irão ajudá-lo a perder peso mais rapidamente, mas sem nunca colocar em causa a sua saúde.

Dicas de tratamento caseiro para emagrecer

Dicas de Tratamento caseiro para emagrecer

Tratamento caseiro para emagrecer com chá verde

O chá verde é rico em cafeína, substâncias que ajuda a acelerar o metabolismo corporal. Ao aumentar o metabolismo, com a mesma atividade diária conseguirá queimar mais gordura, tornando mais fácil a perda de peso e de massa gorda.

Ingredientes:

  • um saquinho de chá verde;
  • uma chávena de água a ferver.

Como preparar:

Depois de levantar fervura, coloque a água numa chávena, e adicione o chá verde. Deixe ficar durante 2 a 3 minutos, ao fim dos quais retira o saquinho e poderá beber o chá. Substitua a ingestão de água por este chá, bebendo entre 1,5 a 2 litros de chá verde diariamente. Não adicione açúcar.

Tratamento caseiro para emagrecer com carqueja

A carqueja tem também propriedades que ajudam a tornar a perda de pesos mais eficiente e rápida.

Ingredientes:

  • um litro de água;
  • folhas secas de carqueja (20 gramas).

Como preparar:

Coloque uma panela com a água ao lume. Noutro recipiente coloque as folhas de carqueja, e deite a água a ferver em cima. Tampe e deixe arrefecer. Depois só tem de coar, e está pronto a beber. Deve beber duas chávenas diariamente durante todo o processo de perda de peso.

Tratamento caseiro para emagrecer – linhaça, abacaxi e pepino

Este tratamento é rico em fibras, o que além de ajudar a um trânsito intestinal mais regular, vai também reduzir o seu apetite, devido às suas capacidades saciantes.

Ingredientes:

  • um pepino;
  • linhaça (2 colheres de sopa);
  • abacaxi (2 fatias)
  •  água.

Como preparar:

Depois de retirar a casca do abacaxi, corte-o em pedaços, juntamente com o pepino, e coloque-os numa liquidificadora. Adicione também a linhaça e meio copo de água, e por fim, bata tudo muito bem, até obter uma mistura homogénea. Deverá ingerir este remédio caseiro duas vezes por dia, de preferência logo de manhã, ainda em jejum, e à noite.

Elimine as toxinas do organismo com o Plano Detox da Rosi Feliciano.

Reeducação Alimentar

A maioria das pessoas associa a perda de peso às dietas restritivas, mas para perder peso sem o perigo de voltar a ganhar os quilos perdidos é necessário fazer uma reeducação alimentar.

A reeducação alimentar consiste em aprender a comer de tudo, mas sem exageros e de forma equilibrada.

A reeducação social não elimina da alimentação alimentos como fritos e doces, apenas faz com que a pessoas aprenda a comer melhor e de forma saudável deixando o consumo deste tipo de alimentos para ocasiões especiais e sempre em quantidades controladas.

A reeducação alimentar deve ser feita com o acompanhamento de um nutricionista, ele irá orientar a sua alimentação de acordo com o seu estilo de vida, as suas necessidades e os seus gostos pessoais, pouco a pouco, você começa a compreender o seu organismo e a adaptar a sua alimentação às suas necessidades.

reeducação alimentar
reeducacao-alimentar

Benefícios da reeducação alimentar:

  • Ajuda a perder peso;
  • Ajuda a controlar os níveis de colesterol e os níveis de glicose do organismo;
  • Melhora a qualidade de vida mais saudável;
  • Melhora o desempenho físico e mental:
  • Alivia os níveis de stress.

Deve fazer várias refeições ao longo do dia, deve tentar comer de 3 em 3 horas, para repartir as calorias ingeridas ao longo e facilitar a sua assimilação, ao mesmo tempo o corpo sente-se saciado e evita os ataques ao frigorífico.

Abuse das fibras, verduras, legumes, alimentos integrais e frutas.

Deve beber bastantes líquidos ao longo do dia, pelo menos 1,5l por dia, pode variar e beber água, chá sem açúcar, sumos naturais…

Não estão proibidos mas deve reduzir o máximo o consumo de frituras e doces.

Faça exercício físico pelo menos 3 vezes na semana. Veja um exemplo de exercícios simples e eficazes: http://fitnessbr.info/q48-queima-de-48-horas-2-0-o-melhor-programa-queima-de-gordura-rapido/

A reeducação alimentar é o método mais saudável e eficaz para perder ou manter peso, em apenas 1 mês você pode perder até 4 kg sem passar fome e sem prejudicar o seu corpo.

Exemplo de cardápio da reeducação alimentar

Pequeno-almoço

  • 1 copo de 200ml de suco light
  • 2 fatias de pão integral
  • 2 colheres de chá de requeijão light

Almoço

  • 3 colheres de sopa de arroz integral cozido
  • 1 peito de frango grelhado, assado ou cozido
  • 1 concha pequena de feijão cozido
  • Salada de folhas à vontade ou qualquer folha
  • Tomate à vontade ou qualquer folha
  • 1 colher de chá de azeite
  • 1 fatia de abacaxi

Lanche ( 1º)

  • 1 de iogurte light
  • ou
  • 1 unidade média de banana prata

Lanche ( 2º )

  • 5 unidades de damasco seco

Jantar

  • 3 colheres de sopa de arroz integral cozido
  • 1 posta de peixe magro
  • 1 pires de chá de brócolos cozido ou outro vegetal cozido
  • salada de folhas à vontade
  • tomate à vontade
  • 1 colher de chá de azeite

Ceia

  • 1 iogurte light
  • ou
  • 1 unidade de torrada integral + 1 colher de chá de geleia sem açúcar
  • ou
  • 2 quadrados de chocolate amargo

Com a reeducação alimentar, você pode atingir seu peso ideal e, para queimar mais gorduras e manter a forma, os exercícios intervalados de alta intensidade são muito indicados, conheça o Q48.

Saiba como eliminar as toxinas com o Plano Detox.

Página inicial.